APLICAÇÃO DA EQUAÇÃO UNIVERSAL DE PERDAS DE SOLO NA REGIÃO SUL DO AMAZONAS
DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v15i2.2991

Juliana Gervasio NUNES, Milton Cesar Costa CAMPOS, Junior Cesar NUNES, Bruno Campos MANTOVANELLI, José Mauricio CUNHA, Marcelo Dayron Rodrigues SOARES

Resumo


O objetivo deste trabalho foi aplicar a Equação Universal de Perdas de Solo (USLE), tendo como referência a estimativa da tolerância de perdas de solo para as principais ordens de solo na região Sul do Estado do Amazonas.As perdas potenciais de solo variaram de 149,72 (Argissolos) a 25,41 t ha-1 ano-1 (Gleissolos) para o solo desnudo e plantio morro abaixo, de 0,96(Argissolos) a 0,16 t ha-1 ano-1 (Gleissolos) para a combinação de pastagem e semeadura em contorno, e de 18,97(Argissolos) a 3,22 t ha-1 ano-1 (Gleissolos) para a combinação de cultura do milho com semeadura em contorno. O uso de valores de tolerância em modelos de predição de perdas de solo permitiu buscar a combinação de fatores C (manejo) e P (prática) que promova uma perda de solos menores que o limite tolerável.


Palavras-chave


Perda de solo, Limites de tolerância, Amazonas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v15i2.2991

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

 Resultado de imagem para periodicos capes   Latindex    Harvester    Ibict      Pkp

 

 

Sumarios   DOAJ   LivRe   Dialnet

 

EBSCO   Funadesp 

 

  Resultado de imagem para crossref

 

 

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362