EFEITO DE BIOESTIMULANTE NO DESENVOLVIMENTO DO FEIJOEIRO
DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v15i1.3131

João Paulo SANTOS, Tiago Silvio BORGES, Neander Teixeira SILVA, Eliana ALCANTRA, Ramiro Machado REZENDE, Aurivan Soares de FREITAS

Resumo


Objetivou-se avaliar o efeito de dois bioestimulantes (Stimulate® e Booster Mo®) na emergência, altura e no desenvolvimento do sistema radicular do feijoeiro. A semeadura e aplicação de bioestimulantes foram realizadas juntamente com a inoculação via semente. A adubação de plantio foi de 350 Kg/ha de 08-28-16 sendo, posteriormente, usado na adubação de cobertura 350 Kg/ha de 20-00-20, que representa, respectivamente, porcentagens de nitrogênio, fósforo e potássio. Os tratamentos: testemunha, T1: Stimulate® na dosagem de 5 mL / Kg, T2: Booster Mo® na dosagem de 5 mL / Kg foram aplicados em uma única vez via tratamento de sementes. Foram realizadas quatro avaliações durante o ciclo da cultura, sendo uma avaliação da porcentagem de plantas emergidas, duas avaliações da altura da parte aérea (nos estádios V4 e R5), e uma avaliação do peso das raízes de feijoeiro no estádio R5. Não houve diferenças estatísticas entre os tratamentos para emergência de plantas, primeira e segunda avaliação da altura de plantas e desenvolvimento radicular de plantas de feijoeiro. E assim conclui-se que a emergência, altura da parte aérea, e desenvolvimento radicular do feijoeiro não são afetados por Stimulate® e Booster Mo®. Sendo assim seu uso não se justifica no desempenho do feijoeiro.

Palavras-chave


Estimulador de crescimento. Emergência. Sistema radicular.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v15i1.3131

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

 Resultado de imagem para periodicos capes   Latindex    Harvester    Ibict      Pkp

 

 

Sumarios   DOAJ   LivRe   Dialnet

 

EBSCO   Funadesp 

 

  Resultado de imagem para crossref

 

 

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362