AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA DESTINADA AO CONSUMO HUMANO EM INSTITUIÇÃO DE ENSINO
DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v15i1.3340

Danilo Aparecido Gatto CAMPOS, Janaina de Melo FRANCO, Benício Alves de ABREU FILHO, Rosângela BERGAMASCO, Natália Ueda YAMAGUCHI

Resumo


A água destinada ao consumo humano nem sempre é de qualidade assegurada. Isso ocorre devido fatores como deficiência no sistema de distribuição de água tratada e no tratamento da mesma. A qualidade da água foi monitorada em 21 pontos (bebedouros, poço e torneira) de uma instituição de ensino na cidade de Maringá, por meio de análises físico-químicas e bacteriológica. Os resultados das análises foram confrontados com padrões de potabilidade da água no Brasil. A presente pesquisa revelou que os metais alumínio, cádmio, chumbo e ferro encontraram-se em concentrações acima do valor máximo permitido e as concentrações de cloro apresentaram-se abaixo do valor mínimo exigido (<0,2 mg/L), dessa forma havendo a presença de coliformes totais. Os resultados obtidos foram insatisfatórios, sendo necessárias ações corretivas para assegurar a qualidade da água destinada ao consumo humano.


Palavras-chave


Cloro; Coliformes; Metais; Qualidade da água, Controle higiênico-sanitário.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v15i1.3340

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

 Resultado de imagem para periodicos capes   Latindex    Harvester    Ibict      Pkp

 

 

Sumarios   DOAJ   LivRe   Dialnet

 

EBSCO   Funadesp 

 

Resultado de imagem para crossref

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362