COMPARAÇÃO DA FORÇA MUSCULAR MÁXIMA ENTRE IDOSAS PRATICANTES DE TREINAMENTO DE FORÇA E USUÁRIAS DE ACADEMIAS DA TERCEIRA IDADE
DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v15i1.3723

Valdemar da COSTA, Fernando POSSAMAI, José Roberto Andrade do NASCIMENTO JÚNIOR, Mateus Dias ANTUNES, Daniel Vicentini de OLIVEIRA

Resumo


Objetivo: comparar a força muscular máxima de idosas praticantes de exercícios resistidos e de usuárias das Academias da Terceira Idade (ATIs). Método: Para tal, foi utilizada uma pesquisa do tipo quantitativa, observacional e transversal, na qual a amostra foi composta por 60 idosas, divididas em dois grupos, sendo o Grupo TF (treinamento de força) composto de 30 idosas praticantes exclusivamente de exercícios resistidos e, o Grupo ATI, de 30 idosas usuárias das ATIs, sem apresentarem, nos últimos seis meses, histórico de lesões articulares ou musculares. A força muscular máxima foi avaliada por meio do teste de 1RM, o qual foi realizado em uma única sessão, nos exercícios: rosca direta no crossover, tríceps pulley, cadeira extensora e mesa flexora. Resultados: a média de idade das idosas foi de 64,13 anos. Os resultados apresentaram diferença significativa (p<0,01) entre os grupos nos exercícios tríceps pulley, cadeira extensora, rosca direta no crossover, no qual as idosas do Grupo 1 apresentaram maior força muscular máxima em todos exercícios avaliados. Conclusão: é significativamente maior a força muscular máxima de idosas praticantes de exercícios resistidos do que de idosas usuárias das ATIs, não praticantes de exercício físico. Sugere-se o estímulo e aderência de idosas em um programa treinamento orientado, estruturado, organizado e planejado para a manutenção da independência e habilidades físicas durante o processo de envelhecimento.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v15i1.3723

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

 Resultado de imagem para periodicos capes   Latindex    Harvester    Ibict      Pkp

 

 

Sumarios   DOAJ   LivRe   Dialnet

 

EBSCO   Funadesp 

 

  Resultado de imagem para crossref

 

 

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362