PRÁTICAS DE GREEN SUPPLY CHAIN NA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA: ESTUDO DE CASO EM UMA MONTADORA BRASILEIRA

Daniel Leite Mesquita, Donizeti Leandro de Souza, Deborah Mara Siade Barbosa

Resumo


Além de produtos inovadores e tecnológicos, as práticas atuais de consumo têm reconhecido e valorizado outro aspecto nas organizações: o impacto social e ambiental dos seus produtos, emergindo novas agendas de pesquisa sobre o gerenciamento de cadeias de suprimentos sustentáveis. Neste contexto, o objetivo deste artigo é identificar, a partir da visão de membros de uma montadora e de seu relatório de sustentabilidade, quais as práticas direcionadas à criação de inovações sustentáveis na organização da cadeia de suprimentos (green supply chain). Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com membros da empresa e investigados os dados publicados no relatório anual de sustentabilidade da empresa. Os relatos dos entrevistados, bem como o relatório de sustentabilidade da organização, denotam a existência de políticas de sustentabilidade difundidas e presentes no cotidiano da empresa. No entanto, percebe-se uma incongruência existente entre as cobranças da sociedade por organizações sustentáveis em oposição à falta de percepção dos consumidores acerca dos esforços da organização em manter suas práticas de sustentabilidade. Assim, o estudo contribui para adensar as discussões acerca de uma temática bastante relevante na atualidade no sentido de provocar novas pesquisas capazes de culminar em resultados de melhorias.


Palavras-chave


Cadeia de suprimentos; Inovação sustentável; Indústria automotiva; Práticas de consumo; GrSCM.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v16i1.4323

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

EBSCO Funadesp

Resultado de imagem para crossref

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362