DISPENSAÇÃO DE INSULINAS EM UMA UNIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE EM UM MUNICÍPIO BRASILEIRO NO SUL DE MINAS GERAIS

Amanda Campos Damasceno, Cláudio Daniel Cerdeira, Bruna Loss de Souza, Ingryd Pereira de Andrade, Julielly Almeida Andrade Brandão, Karen Ávila Souza, Marina Silveira Duarte, Samyra Nina Serra, Gérsika Bitencourt Santos Barros

Resumo


Diabetes mellitus (DM) é um grupo heterogêneo de distúrbios endócrino-metabólicos que tem como característica comum o acúmulo de glicose pelo organismo sendo caracterizado pela diminuição gradativa do hormônio insulina. Este é um estudo observacional, descritivo/quantitativo e transversal no qual foi avaliado a dispensação de diferentes tipos de insulina, entre Janeiro e Dezembro de 2015, em um Centro de Distribuição de Medicamentos (CDM) do Sistema Único de Saúde (SUS), em Alfenas, Minas Gerais, Brasil. As insulinas foram dispensadas para pacientes com diferentes tipos de DM (DM tipo 1, DM tipo 2, outros tipos específicos de DM ou DM gestacional), tendo ocorrido uma maior dispensação para pacientes do sexo feminino. A insulina mais dispensada foi a NPH (3948 dispensações, 65,6% do total), devido a sua ação intermediária, seguida das associações (misturas): NPH e Lispro (801 dispensações, 13,3%); NPH e Regular (580 dispensações, 9,6%), sendo que as insulinas Lispro e Regular possuem ação rápida e curta, respectivamente, e estas misturas são utilizadas antes das refeições. Houve 332 dispensações de Lispro e 321 de Glargina (uma insulina de ação longa). A insulina NPH foi mais utilizada por pacientes da faixa etária acima dos 61 anos (2057 dispensações, 34,2% do total), devido principalmente ao seu custo benefício e posologia. Portanto, atualmente é elevado o número de pacientes que utilizam diversos tipos de insulinas (inclusive as associações) disponibilizadas por uma CDM. Estas dispensações levam em conta os fatores farmacocinéticos de cada insulina, com propósitos de evitar picos de hipoglicemia durante o dia, facilitar a aderência do paciente ao tratamento e consequentemente aumentar a efetividade terapêutica, com a utilização da insulina que seja mais adequada aos hábitos cotidianos e perfil de DM de cada paciente. 


Palavras-chave


Insulina. NPH. Dispensação. Diabetes mellitus.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v16i1.4324

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

EBSCO Funadesp

Resultado de imagem para crossref

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362