É PRECISO HUMANIZAR: A EQUIPE DE ENFERMAGEM NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

Vanessa Cristine Lima

Resumo


A UTI é um ambiente onde ocorre com frequência o modelo biomédico instituído histórico- socialmente, cuja atenção está voltada para a condição patológica, procedimentos que serão realizados, terapia medicamentosa, sem da devidamente a atenção necessária as percepções do paciente e sentimentos, como também dos seus familiares. Assim este trabalho tem o objetivo de identificar a importância da humanização na UTI, por parte do Enfermeiro. Para isso, será realizado através de uma análise bibliográfica relacionada ao tema, através de uma revisão da literatura, seguindo uma linha de ideias de vários autores que defendem a humanização em UTI, compreendendo o ser humano em sua totalidade e de forma que se sinta único, conhecendo suas particularidades. Entende-se prioritariamente que profissionais da equipe de enfermagem consideram que a humanizar vai além de um outro modo de escutar, dialogar, cuidar. A enfermagem é o ponto de equilíbrio e de sustentação da Unidade de Terapia Intensiva. Portanto, acredita-se que o processo de humanização em uma UTI, propicia: melhorias nas práticas de assistência ao usuário, autonomia do paciente e de sua família, sendo respeitadas suas peculiaridades, como também o maior envolvimento da família.

 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v16i2.4360

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

EBSCO Funadesp

Resultado de imagem para crossref

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362