RISCOS ASSOCIADOS À COLONIZAÇÃO POR CANDIDA NA CAVIDADE ORAL DE ESCOLARES DA REDE MUNICIPAL DE GOVERNADOR MANGABEIRA-BA

Carolina Queiroz de Souza Paz, Ana Conceição Oliveira Cravo Teixeira, Claudia Cecília Blaszkowski Jacobi, Fernando Francisco Chagas Santos, Hellen Catharine Pereira dos Santos Santana, Larissa Rolim Borges-Paluch

Resumo


O objetivo geral do estudo foi conhecer fatores de risco associados à colonização por Candida na cavidade oral de escolares da rede municipal de Governador Mangabeira-BA. Foi realizada a coleta de uma amostra do raspado superficial do dorso da língua com o auxilio de swab em cada escolar sendo semeada a levedura em meio de cultura cromogênico. Foram estudadas 252 crianças, sendo que 81 (32,14%) apresentaram Candida. A espécie mais prevalente foi Candida albicans, sendo observada em 48 (59,25%) das crianças avaliadas. Os resultados demonstraram associação estatística entre a idade, hábitos de higiene bucal e alimentação rica em doces e frituras com colonização da mucosa bucal das crianças pela levedura. Há necessidade da conscientização dos pais para motivar seus filhos a ter uma alimentação saudável, realizar acompanhamento com profissional odontólogo anualmente visando favorecer a saúde bucal e a redução da ocorrência de lesões por Candida.

Palavras-chave


Candida. Levedura. Saúde bucal. Odontopediatria. Mucosa Bucal.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v17i1.4491

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

 

 

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

 

EBSCO Funadesp

 

Resultado de imagem para crossref

 

 

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362