CONSERVAÇÃO DE CARCAÇAS A BASE DE FORMÁLDEIDO COMPARANDO A EFICÁCIA DO ARMAZENAMENTO SOB REFRIGERAÇÃO E EM SOLUÇÃO AQUOSA DE CLORETO DE SÓDIO A 30%

Maria Clara Pereira Inácio, Higor Forasteiro Baldi, Alexandre Tourino Mendonça, Vitor Ferreira Ribeiro Mansur

Resumo


A Medicina Veterinária vive uma constante busca por modelos anatômicos que substituam as peças naturais. Dessa forma é necessário criar métodos que agridam menos a saúde do estudante e que tenham maior eficiência na conservação de uma boa carcaça visando manter os tecidos firmes, a cor e a elasticidade próximas da encontrada no animal recém abatido, livre de características de decomposição e ausência de odor de putrefação . O presente estudo teve como objetivo avaliar a eficiência entre diferentes métodos de conservação de cadáveres, para isto utilizou-se o cadáver de um ovino e de um cão vindos a óbito recentemente na Universidade Vale do Rio Verde – Unincor. E visou testar dois métodos de conservação realizados com a mesma quantidade de formaldeído a 5% injetado intramuscular: a carcaça do ovino foi mantida sob refrigeração e a do canino em solução aquosa de cloreto de sódio a 30% trocada no intervalo de 15 dias. Os dois grupos foram analisados a cada sete dias durante um semestre considerando aspectos ideais de uma boa peça: tecidos firmes, cor e elasticidade próximas ao animal recém abatido e ausência de odor característico de putrefação. Ao fim da pesquisa, as duas carcaças apresentaram-se ausentes de odor e ardor provocados pelo formaldeído, porém durante o manuseio a do canino demonstrou baixa flexibilidade e não manteve-se com ótima cor. Entretanto, mediante todos os aspectos avaliados a peça conservada em solução aquosa de cloreto de sódio a 30% demonstrou um melhor custo benefício.


Palavras-chave


Sal. Canino. Ovino. Conservação. Anatomia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v16i1.4641

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

EBSCO Funadesp

Resultado de imagem para crossref

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362