MUDANÇA NO MODELO ASSISTENCIAL NA ATENÇÃO PRIMÁRIA: PERSPECTIVA DOS USUÁRIOS

Alexandre Morais Nunes

Resumo


Em Portugal, a atenção primária à saúde tem sido alvo de várias mudanças, nomeadamente com o desenvolvimento de Unidades de Saúde Familiar (USF) que foram gradualmente substituindo as Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados. No Brasil segundo a literatura a estratégia para a expansão da atenção primária se realizou por meio da Estratégia de Saúde Familiar (ESF) que foi substituindo as Unidades Básicas de Saúde (UBS). A presente pesquisa teve como objetivo, por um lado avaliar as alterações no modelo assistencial segundo a percepção dos usuários da Região de Lisboa e, por outro, estabelecer uma comparação com o Brasil por meio dos resultados de um estudo publicado na Revista da Universidade Vale do Rio Verde, Três Corações. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, com coleta de dados realizada por aplicação de 20 entrevistas semiestruturadas a usuários frequentadores que foram analisadas com recurso à análise de conteúdo. Como principais conclusões se verificou uma satisfação dos usuários com o novo modelo, identificaram-se muitas semelhanças com os resultados obtidos no Brasil, nomeadamente na melhoria da acessibilidade, atendimento e na capacidade de resposta e algumas diferenças que poderão constituir pontos de melhoria para ambas as experiências.


Palavras-chave


Atenção Primária à Saúde; Unidade de Saúde Familiar; Estratégia de Saúde da Família.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v16i1.4911

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

EBSCO Funadesp

Resultado de imagem para crossref

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362