INTERPRETAÇÃO ALTERNATIVA DOS INTERVALOS DE TOLERÂNCIA: UMA APLICAÇÃO NO CONTEXTO DE UM PROGRAMA DE DIREÇÃO ECONÔMICA

Alessandra Querino da Silva, Luciano Antonio de Oliveira, Marcelo Silva de Oliveira

Resumo


Compreender e aperfeiçoar processos são de suma importância para que empresas alcancem sucesso em aspectos básicos, tais como crescimento e competitividade. Neste trabalho, foi proposta uma forma alternativa de interpretar intervalos de tolerância, baseando-se apenas na mudança do espaço amostral. Este estudo foi motivado pelo fato de Hoel (1976) somente sugerir tal interpretação, não entrando em maiores detalhes. Ao propor uma interpretação frequentista alternativa para o intervalo de tolerância, o trabalho em questão procurou um melhor entendimento para o assunto abordado.  Com o intuito de exemplificar esta abordagem considerou-se uma situação hipotética em um programa de direção econômica em uma empresa fictícia, cujos dados foram obtidos a partir de simulação computacional utilizando a distribuição normal. A validade dessa interpretação alternativa é de fato verificada a partir do teorema Ergódico. O exemplo ilustrativo mostrou como esta interpretação pode ser interessante e conveniente para solução de problemas práticos, podendo ainda, ser estendida a outros intervalos estatísticos frequentistas.


Palavras-chave


Processos. Direção econômica. Intervalos de tolerância. Teorema Ergódico. Interpretação alternativa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v16i2.4956

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

EBSCO Funadesp

Resultado de imagem para crossref

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362