TECNOLOGIA ASSISTIVA LÚDICA PARA GANHO DE FUNCIONALIDADE

Giorgia Caroline Mendes, Frieda Saicla Barros, Percy Nohama

Resumo


A intervenção fisioterapêutica nos casos de traumatismo crânio-encefálico deve ocorrer o mais precocemente possível, para que os resultados sejam mais efetivos. Desenvolveu-se uma maleta lúdica de atividades, visando melhora cognitiva, ganho de força e coordenação motora. Confeccionada em madeira, com uso de blocos de espumas, argolas, bolinhas de gude e parafusos com porcas de encaixe. A validação experimental envolveu uma paciente com TCE grave, com comprometimentos motores, cognitivo preservado e em atendimento domiciliar. A avaliação ocorreu com uso do MEEM, da escala Medical Research Council e dos testes index-nariz e diadococinesia. Efetuou-se o tratamento com o uso da maleta e a reavaliação da paciente por meio dos mesmos instrumentos. Após a intervenção observou-se que a atividade realizada com uso da tecnologia assistiva lúdica desenvolvida auxiliou no ganho de força, coordenação e cognição da paciente, em decorrência dos estímulos neurológicos gerados.

Palavras-chave


Traumatismo crânio encefálico; Lúdico; Fisioterapia; Reabilitação; Coordenação motora.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v16i2.4975

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

EBSCO Funadesp

Resultado de imagem para crossref

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362