ANÁLISE DA SATISFAÇÃO DOS COMENSAIS DE UMA UNIDADE DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO

Dalva Pereira

Resumo


Por meio da avaliação do nível de satisfação e escolhas alimentares, é possível identificar os critérios avaliados negativamente e implementar estratégias específicas para correção, a fim de satisfazer às expectativas dos comensais e conhecer o seu perfil de escolha alimentar, de forma a oferecer alimentos seguindo essas preferências. Este trabalho teve por objetivo avaliar a opinião dos comensais sobre a ambiência do refeitório e a qualidade do cardápio oferecido em uma Unidade de Alimentação e Nutrição no Município de Caxias – MA. O trabalho realizado corresponde a uma pesquisa de campo que foi realizada no mês de junho de 2018, no Restaurante de uma Instituição de Ensino, com 331 usuários do serviço. Para avaliar a qualidade e o desempenho da UAN foi utilizado um questionário, embasado na RDC nº 216. De acordo com a pesquisa realizada, os resultados encontrados para ambiência da UAN, o barulho foi o índice que apresentou maior índice de insatisfação em relação aos demais relacionados à ambiência da UAN. Dentre as questões colocadas em relação ao cardápio, os comensais pontuaram que muitas vezes o frango está “duro” ou “ressecado”; melhora do aspecto visual das preparações; uma oferta maior de peixe, lasanha, tortas e berinjela. Verificamos que a avaliação do serviço no geral recebeu percentual de respostas na classificação entre “bom” e “razoável”. Portanto, para uma boa alimentação, uma refeição variada e de qualidade é importante e necessária, mas o ambiente onde a mesma é servida interfere na aceitação do cardápio oferecido, devendo ser agradável e tranquilo.


Palavras-chave


Pesquisa de Satisfação. Unidade de Alimentação e Nutrição. Qualidade de cardápio.



DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v1i18.5056

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

 

 

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

 

EBSCO Funadesp

 

Resultado de imagem para crossref

 

 

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362