DESEMPENHO ACADÊMICO DE ALUNOS COTISTAS ANTES DA LEI DE COTAS: REVISÃO

Kênia Eliber Vieira, Betânia Alves Veiga Dell'Agli, Luciana Maria Caetano

Resumo


O ensino superior, nos estudos atuais sobre sua reforma e expansão, tem o desfio de encontrar soluções que respondam à questão das desigualdades raciais no acesso e permanência às suas instituições. Este artigo objetiva aprofundar o estudo sobre a utilização de ações afirmativas anteriormente à chamada “Lei de Cotas” (Lei n. 12.711/12) publicada em 2012 e que estabeleceu reservas de vagas em todas as Instituições de Educação Superior Federais. Para tanto, analisamos artigos que analisam o percurso acadêmico do aluno cotista. Trata-se de uma revisão da produção científica brasileira contida nas bases de dados SciELO, BIREME, LILACS e CAPES. Após análises, foram selecionados 15 artigos que tratavam deste tema. Os resultados evidenciam que as cotas cumprem com seu objetivo de inclusão social e as universidades que as adoraram pioneiramente, verificaram um desempenho similar entre os cotistas e não cotistas. Isso justifica a utilização das cotas de maneira mais ampla, contribuindo para o reconhecimento dessa política pública.

Palavras-chave


Justiça social. Lei de Cotas. Desempenho acadêmico. Revisão

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v17i1.5158

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

 

 

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

 

EBSCO Funadesp

 

Resultado de imagem para crossref

 

 

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362