A QUALIDADE DO ENSINO SUPERIOR EM UNIVERSIDADES FEDERAIS E AS AÇÕES AFIRMATIVAS: OS DIFERENTES CURSOS EM PERSPECTIVA

Franciele Michele dos Santos, Sabrina Olimpio Caldas de Castro, Fernanda Maria de Almeida, Débora Gonzaga Martin

Resumo


O presente estudo tem como objetivo avaliar se há diferença de desempenho entre os alunos atendidos por ações afirmativas e os demais discentes. Para tanto, considerou-se como proxy do desempenho acadêmico a nota dos alunos das universidades federais mineiras no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). Foram realizadas análises comparando os alunos beneficiados por ações afirmativas e demais discentes sem distinção dos cursos em que se encontravam vinculados. Ademais, com o intuito de atribuir maior robustez a este resultado, realizaram-se análises considerando, especificamente, a comparação entre os grupos nos diferentes cursos. Para atingir tais objetivos, utilizou-se o teste de diferença entre médias de grupos independentes como método de investigação. Os resultados indicaram que não há diferenças estatisticamente significativas entre o desempenho médio dos beneficiados por ações afirmativas e demais alunos. Esse resultado é um indicativo de que ampliar o acesso às universidades federais via ações afirmativas não implica na redução da qualidade da educação, compreendida sob a ótica do desempenho acadêmico.

Palavras-chave


Ações Afirmativas. Enade. Desempenho no Ensino Superior. Desempenho Acadêmico. Teste de Médias.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v17i2.5682

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

 

 

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

 

EBSCO Funadesp

 

Resultado de imagem para crossref

 

 

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362