ANÁLISE DE RISCOS: ESTUDO DE CASO EM UM COMPLEXO DE ABASTECIMENTO DE ALIMENTAÇÃO EM BELÉM/PA

Edivaldo Santos Sarmento, Risete Maria Queiroz Leão Braga

Resumo


Os complexos de abastecimento, assim como as feiras livres, são espaços para a comercialização de alimentos in natura e apresentam grande variedade de produtos e diversidade de preços. Este trabalho teve como objetivo a identificação e avaliação de riscos ambientais nos setores de comércio de um Complexo de Abastecimento de Alimentação, localizado em Belém/Pará, Brasil. A identificação dos riscos foi realizada utilizando a ferramenta Check-list, baseada na Norma Regulamentadora n. 9 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e na Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) n. 216 (ANVISA). Os resultados apontaram uma incidência de riscos ergonômicos, biológicos e de acidentes em vários setores do Complexo. As condições desfavoráveis, como ruídos e sensação térmica desconfortáveis, além de iluminação inadequada, mostraram-se como alguns dos responsáveis pelo grau mais elevado dos riscos ergonômicos. Os riscos biológicos foram oriundos, principalmente, por práticas inadequadas durante a manipulação de alimentos e também pela falta de coletores adequados no setor de alimentação. As instalações dos setores, bem como materiais pelas vias de circulação, contribuíram para a elevação dos riscos de acidentes. O mapa de riscos elaborado no estudo apontou uma intensidade de riscos de pequeno a grande no local.


Palavras-chave


Complexo de Abastecimento de Alimentação; Feiras livres. Check-list. Riscos ambientais; Saúde Ocupacional.



DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v1i18.5708

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

 

 

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

 

EBSCO Funadesp

 

Resultado de imagem para crossref

 

 

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362