REFLEXÕES DE SUCESSÃO E ENVELHECIMENTO NO CAMPO: UM ESTUDO DE CASO EM PINHEIRO MACHADO – RS

Viviane Flaviano, Patrícia Rejane Froelich, Ana Paula Schervinski Villwock, Renato Santos de Souza

Resumo


Este artigo teve como objetivo analisar socio-antropológicamente o envelhecimento da população rural fazendo um contraponto com as questões de sucessão no meio rural, através de um estudo de caso no município de Pinheiro Machado-RS. Esta pesquisa caracteriza-se como sendo de caráter descritivo e analítico, com abordagem qualitativa. Para tanto foram realizadas observações com cinco moradores idosos da zona rural de Torrinhas, do município de Pinheiro Machado, sendo duas mulheres e três homens. Considerando o exercício reflexivo operado neste artigo, destaca-se que nesses casos há um envelhecimento no campo que vem juntamente com o sentimento de nostalgia nos discursos dos interlocutores, uma vez que falam muito sobre o passado. Nos discursos era recorrente a vontade de se viver em um tempo longínquo, cujas relações com os filhos ocorriam, e que no presente já não ocorrem mais, uma vez que estes moram longe, ou seja, pelo esvaziamento das famílias rurais, que foi uma constante no campo empírico.

Palavras-chave


Envelhecimento Rural; Sucessão Rural; Agricultura Familiar.



DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v1i18.5860

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

 

 

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

 

EBSCO Funadesp

 

Resultado de imagem para crossref

 

 

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362