REPRESENTAÇÕES SOCIAIS SOBRE “AGRONEGÓCIOS”: UM ESTUDO COM DISCENTES DE CURSO LIGADO À SUA GESTÃO

Giselle Cappellesso, Magali Costa Guimarães, José Márcio Carvalho

Resumo


Quando se trata de agronegócios, o Brasil é considerado um global player. Não obstante, o termo “agronegócio” traz incorporado elementos contraditórios, sendo associado por muitos à aspectos negativos como, por exemplo, o desmatamento de florestas. A partir dessa problemática, objetivou-se com este estudo compreender as representações sociais de estudantes do curso de graduação em Gestão do Agronegócios da Universidade de Brasília/Campus Planaltina. Para sua realização, aplicou-se o Teste de Associação Livre de Palavras e, para análise dos dados, foram utilizados a Análise de Conteúdo bem como o software IRAMUTEQ. Observou-se que os discentes dos grupos analisados possuem um alinhamento, em termos de representações sociais, com a ideia “agronegócio” reproduzida pela grande mídia e pela sociedade em geral, sendo este, associado essencialmente à produção agrícola em escala. Contudo, as representações têm exercido sua função de saber e de adaptação possibilitando mudanças cognitivas no que se refere à compreensão do que vem a ser “agronegócio” por parte de discentes do final de curso.


Palavras-chave


Agronegócio; Representação social; Gestão do Agronegócio



DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v1i18.6018

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

 

 

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

 

EBSCO Funadesp

 

Resultado de imagem para crossref

 

 

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362