O IMPACTO DO INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO EXCLUSIVO REALIZADO PELA ENFERMAGEM NA PRIMEIRA HORA DE VIDA DO RECÉM-NASCIDO

Núbia Maysa França, Eder Julio Rocha de Almeida, José Rodrigo da silva, Thais Bebiana de Almeida Lima, Poliana Rodrigues Vilas Boas, Daniela Nogueira Silva, Dejanir José Campos Junior, cristina pereira da silva

Resumo


O Aleitamento materno para a criança, mãe, família e sociedade tem inúmeras vantagens. Diante disso foi criada no inicio da década de 90 a Estratégia “Iniciativa Hospital Amigo da Criança, foram estabelecidos então 10 passos para a implantação do sucesso do aleitamento materno. O passo 04 dessa diretriz preconizava então” Colocar os bebes em contato direto com a mãe logo após o parto por pelo menos uma hora e incentivar a mãe a identificar se o bebe está pronto para ser amamentado, oferecendo ajuda se necessário. O levantamento dos artigos para a pesquisa continuou através de artigos publicados nos últimos cinco anos (2013-2018), utilizando como palavras chaves: amamentação x primeira hora devida; aleitamento materno x pós-parto, aleitamento materno x recém-nascido. Os benefícios sobre o aleitamento materno é indiscutível tal prática poderia prevenir a morte de mais de 6 milhões de morte de crianças menores de 12 meses a cada ano em todo o mundo, foram levantados vários dificultadores e facilitadores para a implantação do quarto passo da iniciativa do Hospital da Criança, descritas ao longo do artigo. No mais se faz necessários estudos para que os profissionais de saúde possam ser treinados e capacitados para a implantação de protocolos assistenciais, o que pode ser evidenciado pelo trabalho de que conforme visto após treinamentos constatou-se uma melhora ponderal nos profissionais de saúde em colocar o bebe junto ao corpo da mãe ainda na sala de parto e colocá-lo para amamentar.




DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v18i1.6234

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

 

 

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

 

EBSCO Funadesp

 

Resultado de imagem para crossref

 

 

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362