CONCEITOS ATUAIS DOS SISTEMAS ADESIVOS: REVISÃO DE LITERATURA

Marcela Piêtra da Silva Oliveira, Natanne Edite Rita de Jesus, Wilde Ferreira Costa Junior, Flávia Moysés Costa de Grajeda

Resumo


A evolução dos sistemas adesivos foi um grande passo conquistado na odontologia restauradora, visando a adesão dos materiais restauradores às estruturas dentais mineralizadas. Entretanto o esmalte e a dentina apresentam peculiaridades quanto a sua composição e, consequentemente, diferentes formas de adesão ao material restaurador. O objetivo deste trabalho é, através de uma revisão de literatura, descrever como a adesão dental ocorre, dando enfoque aos sistemas adesivos, ressaltando seu método de classificação quanto às gerações, salientando a importância de uma adesão eficaz na odontologia restauradora para que haja longevidade do tratamento. A metodologia adotada se baseou em pesquisas nos seguintes sites de busca: PubMed e Scielo, além da pesquisa realizada em livros científicos relacionados a área da Odontologia Adesiva na Universidade Vale do Rio Verde.  A pesquisa foi restrita aos anos de 1982 à 2020. Concluiu-se que não há uma concordância na literatura sobre o maior desempenho dos sistemas adesivos de 4ª e 5ª geração quando comparados aos sistemas de 6ª geração de 1 ou 2 passos, no entanto, em geral, os sistemas de 4ª e 5ª geração estão mais embasados por estudos à longo prazo.


Palavras-chave


Adesão. Sistemas Adesivos. Princípios da Adesão Dental.



DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v1i18.6237

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

Resultado de imagem para periodicos capes Latindex Harvester Ibict Pkp

 

 

Sumarios DOAJ LivRe Dialnet

 

EBSCO Funadesp

 

Resultado de imagem para crossref

 

 

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362