SINDROME DE BURNOUT E SUAS CONSEQUENCIAS NOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM
doi: http://dx.doi.org/10.5892/RUVRV.91.200210

Clecilene Gomes CARVALHO, Sérgio Ricardo Magalhães

Resumo


Burnout é uma palavra inglesa que se refere a algo que deixou de funcionar por exaustão. É um problema que atinge profissionais de serviço, principalmente aqueles voltados para atividades de cuidado com outros, em que a oferta do cuidado ou serviço freqüentemente ocorre em situações de mudanças emocionais. A Síndrome de Burnout assume uma concepção multidimensional, cuja manifestação se caracteriza por esgotamento emocional, redução da realização pessoal no trabalho e despersonalização do outro. Levando-se em consideração que enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, constituem um grupo com grande predisposição ao desenvolvimento da Síndrome, por serem os profissionais da saúde que mais tempo passam em contato com o paciente e com seus familiares dentro do ambiente de trabalho em situações de constantes mudanças emocionais, foi realizado um estudo de revisão bibliográfica. A finalidade deste estudo foi a de levantar informações sobre os principais fatores de risco que favorecem o aparecimento da Síndrome de Burnout e sua conseqüência para o indivíduo, organização e sociedade. Este trabalho servirá de subsidio para reflexões e debates, tanto para os profissionais envolvidos, quanto para os gestores e futuros profissionais da área.


Palavras-chave


Síndrome de Burnout. Saúde do Trabalhador. Esgotamento profissional. Profissional de enfermagem.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v9i1.86

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:

 Resultado de imagem para periodicos capes   Latindex    Harvester    Ibict      Pkp

 

 

Sumarios   DOAJ   LivRe   Dialnet

 

EBSCO   Funadesp 

 

Resultado de imagem para crossref

ISSN: 1517-0276

EISSN: 2236-5362