AVALIAÇÃO DOS PARÂMETROS DE UM BIODIGESTOR PARA TRATAR LIXIVIADOS DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

Rodrigo César de Vasconcelos dos SANTOS, Rosângela Francisca de Paula Vitor MARQUES, Antônio Marciano da SILVA, André Geraldo Cornélio RIBEIRO, Lucas Coelho VICTÓRIA

Resumo


Os custos para a implantação de um aterro sanitário e, consequentemente um sistema de tratamento de chorume, são onerosos para municípios de pequeno porte. Sabendo-se do baixo custo de manutenção e simplicidade de operação de biodigestores, quando comparados a outros sistemas de tratamento, objetivou-se com esse trabalho, avaliar o potencial poluidor de diferentes composições de resíduos sólidos urbanos e o potencial de remoção de matéria orgânica e sólidos totais do chorume através de tratamento secundário utilizando biodigestores. Para a montagem do experimento, os resíduos foram pesados e misturados com diferentes porcentagens de matéria orgânica (0, 30 e 60%), rejeito e reciclável, seguindo uma ordem para um conjunto de três recipientes, que foram ligados a um biodigestor para o tratamento, denominados de Sistemas 1, 2 e 3. Os parâmetros avaliados foram: pH, Demanda Química de Oxigênio (DQO), Carga Orgânica Volumétrica (COV), alcalinidade, sólidos totais. O Sistema 3 foi o que apresentou melhor desempenho em relação aos parâmetros estudados, muito possivelmente em relação ao teor de matéria orgânica, corroborando com a legislação que preconiza o aterramento de 30% de matéria orgânica para aterro sanitário de pequeno porte. As características do lixiviado resíduo sólido digerido anaerobiamente indicaram que o teor médio de matéria orgânica e sólidos se apresentaram ainda de forma elevada. Os níveis de remoção de matéria orgânica também não foram satisfatórios conferindo uma maior eficiência para o Sistema 3 da ordem de 24%. Esses resultados indicam que o efluente possui características inadequadas à disposição e/ao reuso, sendo necessária a adição de uma etapa de pós-tratamento para adequação do efluente.

Palavras-chave


Matéria Orgânica; Sólidos totais; Lixiviado; Digestão anaerobia; Eficiência de remoção.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/st.v1i1.4252

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


                                       

                        

ISSN 2526-690X