INFLUÊNCIA DAS CARACTERÍSTICAS FÍSICAS NA DETERMINAÇÃO DE PARÂMETROS HIDRÁULICOS DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

André Geraldo Cornélio RIBEIRO, Rodrigo César de Vasconcelos dos SANTOS, Carson dos Santos NEVES, Fátima Resende Luiz FIA, Rosângela Francisca de Paula Vitor MARQUES

Resumo


Nos projetos de aterros sanitários brasileiros são utilizados parâmetros de resíduos advindos de países europeus e da América do Norte. Entretanto, os resíduos possuem características diferenciadas conforme a renda da população, hábitos culturais, clima, entre outros. A fim de melhorar os procedimentos relativos à disposição dos resíduos sólidos urbanos (RSU) em aterros sanitários, faz-se necessário a determinação de parâmetros de acordo com a realidade brasileira. Neste contexto, objetivou-se neste trabalho avaliar a influência da composição gravimétrica e do peso específico (γ) no valor da condutividade hidráulica (k) e da capacidade de campo (θ) de resíduos sólidos urbanos (RSU). Amostras de RSU foram coletadas na usina de triagem e compostagem (UTC) da cidade de Nazareno e também de restaurantes da cidade de Lavras, no estado de Minas Gerais, no Brasil. O artigo apresenta detalhes do equipamento desenvolvido, bem como da metodologia usada e os resultados encontrados. As conclusões apontam que o equipamento mostrou-se adequado para os procedimentos adotados. Além disso, pode-se concluir que houve uma diminuição da condutividade hidráulica e um aumento da capacidade de campo para as amostras de RSU com maior peso específico. Porém, não foram observadas variações significativas desses parâmetros em relação à composição gravimétrica, provavelmente devido ao tipo e qualidade dos materiais utilizados.


Palavras-chave


Condutividade hidráulica; Capacidade de campo; Aterro sanitário.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/st.v1i1.4253

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


                                           

                        

ISSN 2526-690X