COMPARAÇÃO ENTRE DIFERENTES METODOLOGIAS PARA PREENCHIMENTO DE FALHAS EM DADOS PLUVIOMÉTRICOS

Rubens Junqueira, Jhones da Silva Amorim, Alisson Souza de Oliveira

Resumo


O entendimento do comportamento hidrológico de uma região é importante para o desenvolvimento de atividades e empreendimentos socioeconômicas e gestão ambiental regional. Apesar disso, a rede de monitoramento hidrológica de um país por vezes não representa toda a área ou as séries históricas possuem falhas que devem ser preenchidas. Estes problemas são mais graves em bacias hidrográficas com maiores relevâncias, como no caso do Rio das Mortes, que faz parte da bacia do rio Grande que possui grande potencial hidrelétrico. Visto isso, objetivou-se com este trabalho comparar diferentes metodologias para preenchimento de falhas em dados pluviométricos na bacia hidrográfica do Rio das Mortes para subsidiar projetos hidráulicos. Os métodos testados foram Média Aritmética, Ponderação Regional, Regressão Linear Simples, Regressão Múltipla, Inverso do Quadrado da Distância (IDW) e Ponderação Regional com base na regressão linear. A série histórica utilizada correspondeu ao período de 1968 a 1995 de dados consistidos para seis estações pluviométricas. O período de falha foi simulado na estação Usina Barbacena no ano hidrológico de 1990-1991. Para avaliar o método de preenchimento, utilizou-se testes estatísticos Raiz Quadrada do Erro Médio (RQEM), Coeficiente de Nash-Stucliff (NSE), Percentual de Viés (Pbias) e o Erro Padrão Normalizado (RSR). De maneira geral, todos os métodos apresentaram bom desempenho para o preenchimento das falhas, entretanto, a regressão simples foi o pior desempenho em função da simplicidade associada a esse método. A partir dos resultados estatísticos, a regressão múltipla apresentou resultados mais satisfatórios para preenchimento das falhas na região de estudo.


Palavras-chave


Pluviometria. Bacia Hidrográfica do Rio das Mortes. Regressão múltipla.

Texto completo:

PDF

Referências


AMORIM, J. S. Produção de Água na Bacia Hidrográfica do Rio Catolé Grande Utilizando o Modelo Hidrológico SWAT. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais). Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Itapetinga, Bahia. 82p. 2016.

BARBOSA, S. E. da S. et al . Geração de modelos de regionalização de vazões máximas, médias de longo período e mínimas de sete dias para a bacia do rio do Carmo, Minas Gerais. Engenharia Sanitária e Ambiental, Rio de Janeiro , v. 10, n. 1, p. 64-71, Mar. 2005.

KIM, J.; RYU, J. H. A heuristic gap filling method for daily precipitation series. Water resources management, v. 30, n. 7, p. 2275-2294, 2016.

KIM, J.; RYU, J. H. Quantifying a threshold of missing values for gap filling processes in daily precipitation series. Water resources management, v. 29, n. 11, p. 4173-4184, 2015.

MELLO, C. R.; SILVA, A. M. Hidrologia: princípios e aplicações em sistemas agrícolas. Lavras: UFLA, 2013.

MELLO, R. Y.; KOHLS, W.; OLIVEIRA, T. M. N. Uso de diferentes métodos para o preenchimento de falhas em estações pluviométricas. Boletim de Geografia, v. 35, n. 1, 2017.

MELO NETO, J. O.. Análise de sensibilidade escalar do modelo hidrológico SWAT. 2013. 149 f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-graduação em Recursos Hídricos e Sistemas Agricolas, UFLA, Lavras, 2013.

NANDA, T.; SAHOO, B.; CHATTERJEE, C. Enhancing the applicability of Kohonen Self-Organizing Map (KSOM) estimator for gap-filling in hydrometeorological timeseries data. Journal of Hydrology, v. 549, p. 133-147, 2017.

OLIVEIRA, L. F. C. et al. Comparação de metodologias de preenchimento de falhas de séries históricas de precipitação pluvial anual. Revista Brasileira de Engenharia Agricola e Ambiental-Agriambi, v. 14, n. 11, 2010.

PEREIRA, D. dos R. et al . Hydrological simulation using SWAT model in headwater basin in Southeast Brazil. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v. 34, n. 4, p. 789-799, Ago. 2014.

PRUSKI, F. F. et al . Precipitação média anual e vazão específica média de longa duração, na Bacia do São Francisco. Rev. bras. Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 8, n. 2-3, p. 247-253, Dec. 2004.

SANCHES, F. O.; VERDUM, R.; FISCH, G. Estudo de tendência de chuvas de longo prazo. Ambiente & Água-An Interdisciplinary Journal of Applied Science, v. 8, n. 3, 2013.

SLATER, L.; VILLARINI, G. On the impact of gaps on trend detection in extreme streamflow time series. International Journal of Climatology, v. 37, n. 10, p. 3976-3983, 2017.

TUCCI, C.E.M. Hidrologia: Ciência aplicação. 3 ed. Porto Alegre, RS: FAURGS - Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2001. 942p.

VAN LIEW, M.W.; VEITH, T.L.; BOSCH, D.D.; ARNOLD, J.G. Suitability of SWAT for the Conservation effects assessment project: A comparison on USDA - ARS watersheds. Journal of Hydrologic Engineering, v.12, n.2, p.173 - 189, mar./abr. 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.5892/st.v2i1.4982

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


                                           

                        

ISSN 2526-690X