PANORAMA E DIAGNÓSTICO DAS PERCEPÇÕES SOBRE FARMACOPOLUIÇÃO E LOGÍSTICA REVERSA DE RESÍDUOS DE MEDICAMENTOS DOMICILIARES (RMD) EM BETIM (MG)

Andre Luiz Pereira, Raphael Tobias de Vasconcelos Vasconcelos Barros

Resumo


Os objetivos foram diagnosticar as percepções de pacientes com mais de 50 anos em Betim (MG) sobre a farmacopoluição e os Resíduos de Medicamento Domiciliar (RMD), traçar um panorama regional e propor as bases para uma campanha de saúde para o descarte consciente. Foi feita uma pesquisa de campo, bibliográfica e documental. O método principal é a pesquisa-ação, do qual a fase exploratória é apresentada no estudo. A coleta de dados empregou a busca de documentos e aplicação de um formulário. Os autores encontraram artigos sobre farmacopoluição no Rio das velhas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG). Há impactos dos farmacopoluentes nos peixes. Substâncias como o dietilftalato detectado vieram de efluentes domésticos. Não há medidas que visem a remoção de farmacopoluentes nas Estações de Tratamento de Efluentes (ETE) da região, como tampouco um sistema formalizado de logística reversa para RMD. Os pacientes estudados percebem problemas relacionados ao tema (agravos e poluição), mas isso não se reflete em maior devolução. A falta de informações é a razão alegada pela qual 72,41% (42) acabam jogando RMD na lixeira ou esgoto. Mais da metade não vê o descarte consciente como algo “recompensador” ou não pensa no assunto.


Palavras-chave


Logística Reversa; Resíduos de Medicamento Domiciliar; Campanha de saúde; Descarte consciente

Texto completo:

PDF

Referências


ACURCIO. F. A. Medicamentos: Políticas e Assistência Farmacêutica, Farmacoepidemiologia e Farmacoeconomia. Belo Horizonte: Coopmed, 2013.

AGÊNCIA BRASILEIRA DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL (ABDI). Logística reversa para o setor de medicamentos. ABDI, Brasília, 2013.

BETIM. Informações sobre Betim. Disponível em < http://www.betim.mg.gov.br/noticias/40000%3B58747%3B06%3B3181%3B34104.asp>. Acessado em 10 jun. 2015.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Medicamentos (1999). 6ª Reimpressão. 40p. Série C. Projetos, Programas e Relatórios, n.25. Brasília: Ministério da Saúde, 2002.

________. Política Nacional de Resíduos Sólidos Urbanos (PNRS), lei 12.305/2010. Brasília, 2010.

COPASA. Comunicação externa CE – C0233150. Belo Horizonte: COPASA, 2015.

FERREIRA C. L.; RODRIGUES S. C.; SANTOS M. A. S. Análise do conhecimento da população sobre o descarte de medicamentos em Belo Horizonte – Minas Gerais. Interfaces Científicas - Saúde e Ambiente n.2, v.3, p. 9-18, 2015. Disponível em < https://periodicos.set.edu.br/index.php/saude/article/view/1847>. Acessado em 20 dez. 2015.

GODET, M.; DURANCE, P. Prospectiva estratégica: problemas y métodos. 2. ed. Paris: Lipsor, 2007.

LAGREGA, M.D.; BUCKINGHAM, P.L.; EVANS, J.C. Hazardous waste management. Boston: McGraw-Hill, 2001.

MACEDO, L. A. R. Avaliação do gerenciamento dos resíduos de medicamentos domiciliares no município de Belo Horizonte/MG, 2015. 141f. Dissertação (Mestrado em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2015.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Atlas, 2003.

MINAYO, M. C. S. Estrutura e sujeito, determinismo e protagonismo histórico: uma reflexão sobre a práxis da saúde pública. Ciênc. saúde pública, v.6, n.1, p. 7-19, 2001. Disponível em < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232001000100002&script=sci_abstract&tlng=pt>. Acessado em 21 Maio 2016.

MOREIRA, M.; AQUINO, S.; COUTRIM, M.; SILVA, J.; AFONSO, R. Determination of endocrine-disrupting compounds in waters from Rio das Velhas, Brazil, by liquid chromatography/high resolution mass spectrometry (ESI-LC-IT-TOF/MS). Environmental Technology, v. 32, n. 12, 2011. Disponível em < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21970183>. Acessado em 21 Maio 2016.

PEREIRA, A.L.; BOECHAT, C.B.; TADEU, H.F.B.; SILVA, J.T.M.; CAMPOS, P.M.S. Logística Reversa e Sustentabilidade. São Paulo: Cengage Learning, 2012.

PEREIRA, A. L.; BARROS, R. T. V.; PEREIRA, S. R. Pharmacopollution and Household Medicine Waste (HMW): how reverse logistics is environmentally important to Brazil. Environmental Science and Pollution Research, V. 24 (31), p. 24061-24075, 2017.

PERSSON, M.; SABELSTRÖM, E.; GUNNARSSON, B. Handling of unused prescription drugs — knowledge, behaviour and attitude among Swedish people. Environment International v. 35, p. 771–774, 2009. Disponível em < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19013646>. Acessado em 24 ago. 2016.

PINTO, G. M. F.; SILVA, K. R.; PEREIRA, R. F. A. B.; SAMPAIO, S. I. Estudo do descarte residencial de medicamentos vencidos na região de Paulínia (SP), Brasil. Eng. Sanit. Ambient. Rio de Janeiro, v. 19, n. 3, p. 219-224, Set. 2014 . Disponível em . Acessado em 05 Nov. 2015.

RUHOY, I. S.; DAUGHTON, C. G. Types and quantities of leftover drugs entering the environment via disposal to sewage — Revealed by coroner records. Science of the Total Environment, v. 388, p. 137–148, 2007. Disponível em < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17888494>. Acessado em 24 ago. 2016.

SILVA, A. L.; RIBEIRO, A. Q.; KLEIN, C. H.; ACURCIO, F. A.. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro , v. 28, n. 6, p. 1033-1045, Junho 2012 . Disponível em . Acessado em 22 Maio 2016.

SILVEIRA, R. B.; HELLER, L.; REZENDE, S. Identificando correntes teóricas de planejamento: uma avaliação do Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab). Rev. Adm. Pública, Rio de Janeiro, v. 47, n. 3, 2013. Disponível em . Acessado em: 04 fev. 2015.

SLACK, R.J.; BONIN, M.; GRONOW, J.R.; SANTEN, A V.; VOULVOULIS, N. Household hazardous waste data for the UK by direct sampling. Environmental Science & Technology, v. 41, p. 2566-2571, 2007. Disponível em: < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17438817 >. Acessado em 17 abr. 2016.

TERNES, T. A.; STUMPF, M.; MUELLER, J.; HABERER, K.; WILKEN, R. D.; SERVOS, M. Behavior and occurrence of estrogens in municipal sewage treatment plants — I. Investigations in Germany, Canada and Brazil. The Science of the Total Environment,v. 225, p. 81–90, 1999a. Disponível em: < https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0048969798003349>. Acessado em 17 abr. 2016.

TERNES, T. A.; KRECKEL, P.; MUELLER, J. Behaviour and occurrence of estrogens in municipal sewage treatment plants - II. Aerobic batch experiments with activated sludge. The Science of the Total Environment, v. 225, p. 91-99, 1999b. Disponível em: < https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0048969798003349>. Acessado em 17 abr. 2016.

THIOLLENT, M. Pesquisa-Ação nas Organizações. São Paulo: Atlas, 2005.

TONG, A.Y.C.; PEAKE, B.M.; BRAUND, R. Disposal practices for unused medications around the world. Environment International, v. 37, p. 292–298, 2011. Disponível em: < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20970194>. Acessado em 17 nov. 2014.

TRIPP, D. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e Pesquisa, v. 31, n. 3, p. 443-466. 2005. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/%0D/ep/v31n3/a09v31n3.pdf >. Acessado em 17 nov. 2014.

WEBER, A. A.; MOREIRA, D. P.; MELO, R. M. C.; VIEIRA, A. B. C.; PRADO, P. S.; SILVA, M. A. N.; BAZZOLI, N.; RIZZO, E. Reproductive effects of oestrogenic endocrine disrupting chemicals in Astyanax rivularis inhabiting headwaters of the Velhas River, Brazil. Science of Total Environment, v. 592, p. 693-703. Disponível em: < https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0048969717304394>. Acessado em 27 dez. 2017.

XIE, Y.; BREEN, L. Who cares Win? A comparative analysis of household waste medicines and batteries reverse logistics: The case of the NHS (UK). Supply Chain Management, v.19. n. 4, p. 455-474, 2014. Disponível em: < https://www.emeraldinsight.com/doi/abs/10.1108/SCM-07-2013-0255>. Acessado em 17 nov. 2014.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4ª ed. Porto Alegre (RS): Bookman; 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.5892/st.v2i2.5094

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


                                           

                        

ISSN 2526-690X