ANÁLISE DOS ÍNDICES DE DISPONIBILIDADE E DEMANDA DE ÁGUA NA SUB-REGIÃO DO ALTO SÃO FRANCISCO, NA BACIA DO RIO SÃO FRANCISCO

Luciana de Souza Martins, Daysy Lira Oliveira Cavalcanti, Rafaela Leite das Chagas

Resumo


A bacia hidrográfica do Rio São Francisco possui área de drenagem de 639.219 km², extensão de 2.700 km, vazão média de 2.850 m³/s. Devido a sua vasta extensão a bacia é dividida em quatro regiões fisiográficas: Alto, Médio, Sub-médio e Baixo São Francisco. Este trabalho deu ênfase na sub-região do Alto São Francisco, que possui uma área de 100.076 km² e percorre da nascente do rio até a cidade de Pirapora (MG). O trabalho consistiu em determinar as características hidrológicas da bacia para a quantificação das demandas e análise da disponibilidade hídrica para o abastecimento humano. Para a análise da distribuição temporal da vazão foi realizada, através de softwares, buscas pelas séries históricas de cada estação fluviométrica. Foram analisadas 8 estações dentre as 63 encontradas. Para cada estação foi obtida uma hidrógrafa completa para a análise dos anos de maior ou menor vazão. A determinação da demanda desconsiderou a área de influência da estação e considerou apenas a população do município em que a estação fluviométrica se encontra. Observou-se que o balanço da disponibilidade hídrica versus demanda, para pequenas áreas de contribuição encontra-se em situações favoráveis, e para a área total, o balanço está em estado de atenção a crítico.

Palavras-chave


Abastecimento humano; vazão; balanço hídrico

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5892/st.v0i0.5224

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


                                                   image.png             Sumários.org

                        

ISSN 2526-690X