A FÉ IMAGINÁRIA: UMA ANÁLISE DISCURSIVA DA FÉ INTELIGENTE NO DISCURSO DA IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS

Wellton da Silva de Fatima (UFF)

Resumo


RESUMO: O presente trabalho se colocou a investigar os processos de produção e os deslocamentos de sentido para a fé no discurso da Igreja Universal do Reino de Deus. Para tanto, ancoramo-nos na Análise do Discurso de linha francesa, mais especificamente aquela filiada aos domínios teóricos inaugurados por Michel Pêcheux (2014 [1969]; 1995 [1975]) na França e desenvolvida por ele e outros pesquisadores também no Brasil. A partir da noção de formações imaginárias (PÊCHEUX, 2014 [1969]), investigamos como se insere, discursivamente, no campo semântico religioso a noção de fé inteligente, cunhada pelas autoridades da supracitada igreja. Partindo da notação do funcionamento da ideologia (PÊCHEUX, 1995 [1975]) retornamos ao discurso religioso tal como definido e redefinido por Orlandi (1987; 2007) para perceber, no jogo de imagens que se produz como efeito de sentido, as particularidades da prática discursiva da Igreja Universal. Como resultados desta investigação, percebemos o funcionamento de contraposições binárias pelas quais se semantiza a fé e que, por sua vez, tem implicações na produção de sentidos específicos que distinguem a fé praticada pela IURD da fé praticada em outros domínios religiosos.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN  1807-9717


Indexado em:

                                        Capes    Latindex     Pkp     Ibict     Sumarios
     
 
                                                     DOAJ      LivRe           Dialnet
   
                               EBSCO     Funadesp      
 
 
                                        Harvester