CONFISSÕES DE RALFO: UMA LEITURA DO TEXTO DE SÉRGIO SANT’ANNA PELA ÓTICA DA TEORIA DA RECEPÇÃO

Taciana Gallas (UFSM)

Resumo


RESUMO: Este trabalho tem como objetivo apresentar uma análise do romance Confissões de Ralfo do escritor brasileiro Sérgio Sant’Anna, a partir da perspectiva da Teoria da Recepção. Após uma breve exposição do romance e do enfoque teórico utilizado, realizaremos uma interpretação pontual acerca dos lugares vazios que o texto literário e o paratexto apresentam. Esses “lugares vazios”, termo utilizado pelo teórico Wolfgang Iser, deverão ser preenchidos no ato da leitura. Como conclusões, sinalizamos que o livro possui diversos espaços vazios/lacunas que são introduzidos na narrativa. Essas lacunas foram interpretadas a partir da estruturação dos capítulos, a qual dificulta o estabelecimento de uma sequência cronológica. A introdução de personagens que participam brevemente da narrativa e a mudança de foco narrativo são também indícios dos referidos espaços vazios. Por fim, propomos uma discussão acerca das formas assumidas pelo gênero romance em Confissões de Ralfo, narrativa cujas lacunas geram determinadas expectativas no leitor que podem ser rompidas ao decorrer da leitura.

 


Palavras-chave


Romance contemporâneo brasileiro; Wolfgang Iser; Lugares vazios; Expectativa de leitura; Sérgio Sant’Anna.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN  1807-9717


Indexado em:

                                        Capes    Latindex     Pkp     Ibict     Sumarios
     
 
                                                     DOAJ      LivRe           Dialnet
   
                               EBSCO     Funadesp      
                               Harvester