“O POEMA DO FRADE”: TRANSGRESSÃO ESTRUTURAL E REPRESENTAÇÃO DE PERSONAGENS DE MARGEM

Elisa Seerig (UCS)

Resumo


No presente artigo, pretendemos discutir o poema póstumo de Álvares de Azevedo, O poema do Frade, também interpretado como novela metrificada por conter uma narrativa. O poema em questão tem a estruturação fragmentada e foi acessado após a morte do escritor, deixando a crítica literária sem saber se o formato de fragmento foi proposital, como tendência da época, ou se não pode ser concluído a tempo. As personagens apresentadas, que consistem no frade, no poeta, na prostituta e no coveiro, são de margem social, demonstrando a tentativa do período romântico de revelar problemáticas nos espaços menos considerados política ou literariamente.


Palavras-chave


Romantismo; poesia; sociedade

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Manuella Miki Souza. O fragmento romântico em O poema do frade. São Paulo: FFLCH/USP, 2015. Série Produção acadêmica premiada. Disponível em: http://www.spap.fflch.usp.br/sites/spap.fflch.usp.br/files/pap_manuellamiki_08_10_2015.pdf Acesso em: 31 out. 2017.

ARAÚJO, Manuella Miki Souza. O poema do Frade: entre a poesia inacabada e a poesia inacabável. Anais do SILEL. Volume 2, Número 2. Uberlândia: EDUFU, 2011. Disponível em: http://www.ileel.ufu.br/anaisdosilel/pt/arquivos/silel2011/727.pdf Acesso em: 14 set. 2017.

AZEVEDO, Manuel Antonio Álvares de. O poema do frade – com uma notícia biographica do editor. Rio de Janeiro: Companhia Nacional Editora, 1890. Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/c/ca/O_poema_do_frade.pdf Acesso em: 15. dez. 2019.

AZEVEDO, Manuel Antonio Álvares de. Noite na taverna e poemas escolhidos (de Lira dos Vinte Anos). São Paulo: Moderna, 1994.

BOSI, Alfredo. História concisa da literatura brasileira. São Paulo: Cultrix, 1987.

CANDIDO, Antonio. A educação pela noite. In.: ____. A educação pela noite e outros ensaios. São Paulo: Ática, 1989.

GREENBLATT, Stephen. The Romantic Period. The Norton Anthology of English Literature. v. 2. Londres: Norton e company, 2006. 8. ed.

JEFFREYS, Sarah. The idea of prostitution. Melbourne: Spinifex Press, 1997.

HIGONNET, Anne. Mulheres e imagens. In: FRAISSE, Geneviève, PERROT, Michelle. História das mulheres no Ocidente. Vol. 4: O Século XIX. Trad. Cláudia Gonçalves e Egito Gonçalves. Porto: Afrontamento, 1991.

MELLO, Ana Maria Lisboa de. As faces do duplo na literatura. In.: INDURSKY, F, CAMPOS, M. do C. Discurso, memória, identidade. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 2000.

PERROT, Michelle. Mulheres públicas. Trad. Roberto Leal Ferreira. São Paulo: Editora da UNESP, 1998.

ROSSET, Clément. O real e seu duplo: ensaio sobre a ilusão. Trad. José Thomaz Brum. Porto Alegre: L&PM, 1998.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN  1807-9717

Editora: Profa. Dra. Cilene Margarete Pereira (UninCor) - Período: 2019-2020

Editor: Prof. Dr. Luciano M. Dias Cavalcanti (UNICAMP) - Período: 2019-2020


Indexado em:

                                        Capes    Latindex     Pkp     Ibict     Sumarios
     
 
                                                     DOAJ      LivRe           Dialnet
   
                               EBSCO     Funadesp      
                               Harvester