DO INJUSTIÇADO AO ATROZ: AS DIVERSAS FACES DO LADRÃO NO CONTO “FELIZ ANO NOVO”, DE RUBEM FONSECA

Iara Silva de Souza (UFPI)

Resumo


Com um retrato de ultra realidade em seus contos, Rubem Fonseca aborda as diferentes problemáticas sociais, estabelecendo uma aproximação da oralidade e provocando efeitos significativos no leitor. Assim, o conto abordado nos traz uma reflexão da imagem elaborada pelo ladrão no meio social, uma vez que é perceptível que essa a imagem se espelha bastante nos problemas socioeconômicos existentes. Dito isso, este trabalho objetiva analisar a configuração do ethos do sujeito ladrão, a partir das ações praticadas e discursos produzidos na obra. Propomo-nos, portanto, a desvelar as peculiaridades no que concerne à narração do autor, na qual mostra-se como um campo vasto para a observação das práticas discursivas dos personagens, sendo possível detectar e descrever como se dá a construção ethótica do sujeito ladrão na narrativa em questão. Para tanto, nossa base teórica está centrada em Charaudeau (2006), Amossy (2005) e Maingueneau (2001, 2008) dentre outros autores. Por meio do embasamento teórico que tivemos e a leitura do conto, passamos a identificar e classificar os fenômenos sobre os quais nos propomos, podendo assim, concluir que o ethos do sujeito enunciador ladrão constrói-se a partir de um paradoxo: ora enuncia na posição de algoz, ora vítima de uma sociedade desigual e excludente.


Texto completo:

PDF

Referências


CHARAUDEAU, Patrick. O ethos, uma estratégia do discurso político. Discurso Político. Tradução de Fabiana Komesu e Dílson Ferreira da Cruz. São Paulo: Contexto, 2006.

CHARAUDEAU, Patrick. Uma teoria dos sujeitos da linguagem. In: MARI, Hugo et al. (Org.). Análise do discurso: fundamentos e práticas. Tradução de Ida Lúcia Machado, Renato de Mello e Williane Viriato Rolim. Belo Horizonte: Núcleo de Análise do discurso, FALE/ UFMG, 2001.

FIGUEIREDO, Vera Follain de. A cidade e a geografia do crime na ficção de Rubem Fonseca. Literatura e Sociedade, São Paulo, n. 1, p. 88-93, dec. 1996. ISSN 2237-1184. Disponível em: . Acesso em: 04 june 2018.

FONSECA, Rubem. 64 contos de Rubem Fonseca. 6. Ed. São paulo: companhia das letras, 2004.

LYSARDO-DIAS, D. O discurso do estereótipo na mídia. In: EMEDIATO, W.; MACHADO, I.L.; MENEZES, W. (Orgs) Análise do Discurso: Gêneros, Comunicação e Sociedade. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, 2006.

MAINGUENAU, Dominique. O discurso literário contra a literatura. In: MELLO, Renato de. Análise do discurso e literatura. Tradução de Renato de Mello e Renata Aiala de Mello. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, 2005.

MAINGUENEAU, Dominique. Análise de textos de comunicação. Tradução de Cecília Pérez de Souza-e-Silva e Décio Rocha. São Paulo: Cortez, 2002.

MAINGUENEAU, Dominique. Novas tendências em análise do discurso. Tradução de Freda Indursky. 3. ed. Campinas: Ed. UNICAMP, 1997

MAINGUENEAU, Dominique. Discurso literário. Tradução de Adail Sobral. São Paulo: Contexto, 2006.

MAINGUENEAU, Dominique. Ethos, cenografia, incorporação. In: AMOSSY, Ruth (org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. Tradução de Sírio Possenti. São Paulo: Contexto, 2008.

MAINGUENEAU, Dominique. O contexto da obra literária. Tradução de Marina Appenzeller. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

PROCÓPIO, Mariana Ramalho. O ethos do homem do campo nos quadrinhos de Chico Bento. Dissertação. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN  1807-9717

Editora: Profa. Dra. Cilene Margarete Pereira (UninCor) - Período: 2019-2020

Editor: Prof. Dr. Luciano M. Dias Cavalcanti (UNICAMP) - Período: 2019-2020


Indexado em:

                                        Capes    Latindex     Pkp     Ibict     Sumarios
     
 
                                                     DOAJ      LivRe           Dialnet
   
                               EBSCO     Funadesp      
                               Harvester