LITERATURA E DIREITOS HUMANOS: LEITURA DO POEMA “MORTE DO LEITEIRO”, DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE (UMA HOMENAGEM A ANTONIO CANDIDO)

Luciano Marcos Dias Cavalcanti (UNINCOR)

Resumo


Neste texto pretendemos fazer uma homenagem singela ao nosso critico maior, Antonio Candido, por meio da leitura de seu texto “O direito à literatura”, que revela o olhar do crítico para a relação estreita entre Direitos Humanos e Literatura, um tema fundamental para os tenebrosos tempos atuais, assim como também para revelar a importância da leitura do texto literário para formação integral do homem. Na tentativa de evidenciar a relação entre Direitos Humanos e a Literatura, faremos a leitura do poema “Morte do leiteiro”, de Carlos Drummond de Andrade, publicado em A rosa do povo, em 1945. No poema, que assume uma narratividade próxima da crônica, temos a expressão de aspectos que emolduram a construção de nossa sociedade, tais como a desigualdade social e os privilégios de classe, fazendo com que reflitamos sobre os Direitos Humanos e o papel da Literatura na organização de um país mais justo e menos desigual.


Palavras-chave


Direitos Humanos; Literatura; Antonio Candido; Carlos Drummond de Andrade

Texto completo:

PDF

Referências


ACHAR, Francisco. A Rosa do Povo e Claro Enigma: roteiro de leitura. São Paulo: Ática, 1993.

ACHAR, Francisco. Carlos Drummond de Andrade. São Paulo: Publifolha, 2000.

AGUIAR, Flávio. O direito à literatura no século XXI: uma homenagem a Antonio Candido. In: Blog da Boitempo. 31-05-2012. Endereço eletrônico: Acesso em: 20-03-2020

ANDRADE, Carlos Drummond de. A Rosa do Povo. Poesia e Prosa. Petrópolis: Ed. Nova Aguilar, 1998.

BOSI, Alfredo. “Posfácio – A poesia é ainda necessária?”. O ser e o tempo da poesia – São Paulo: Cia das Letras 2010.

BOSI, Alfredo. Sobre alguns métodos de ler poesia: memórias e reflexões. Leitura de poesia. São Paulo: Ática, 2003.

BOSI, Alfredo. Entrevista a Rinaldo Gama: Poesia como resposta à opressão. Revista FAPESP, ed. 87. São Paulo, maio de 2003. Disponível em: http://revistapesquisa.fapesp.br/2003/05/01/poesia-como-resposta-a-opressao/. Acesso em 21-03-2020.

CANDIDO, Antonio. Inquietudes na poesia de Drummond. Vários Escritos. 2ª ed., São Paulo: Duas Cidades, 1977.

CANDIDO, Antonio. O direito à literatura. Vários escritos. São Paulo: Duas Cidades, 1995.

CHAUI, Marilena. Brasil, mito fundador e sociedade autoritária. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2001.

CONTI, Thomas. Os conceitos de violência direta, estrutural e cultural. Maio de 2016. Disponível em: http://thomasvconti.com.br/2016/os-conceitos-de-violencia-direta-estrutural-e-cultural/. Acesso em 20 de mar. 2020.

COSTA, Fernando Braga da. Homens invisíveis: relatos de uma humilhação social. São Paulo: Ed. Globo, 2004.

DENIS, Benoît. Literatura e engajamento: de Pascal a Sartre. Trad. Luiz Roncari. Bauru: EDUSC, 2002.

GLEDSON, Jonh. Poesia e poética de Carlos Drummond de Andrade. São Paulo: Duas Cidades, 1981.

SUSSEKIND, Flora. Um poeta invade a crônica. Folha de São Paulo, São Paulo, 21 de agosto de 1987.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 1807-8591

Editora: Profa. Dra. Cilene Margarete Pereira (UninCor) - Período: 2010-2020

Editor: Prof. Dr. Luciano M. Dias Cavalcanti (UNICAMP) - Período: 2012-2020


Indexado em:

                           Capes        Latindex       Harvester        Ibict       Pkp
 
 
                                        Sumarios     DOAJ      LivRe           Dialnet
 
                               EBSCO       Funadesp