UMA POÉTICA DA VIOLÊNCIA: CONSIDERAÇÕES SOBRE A NARRATIVA DE WANDER PIROLI

Cilene Margarete Pereira (UNINCOR)

Resumo


Em “A nova narrativa”, Candido destaca o caráter urbano e realista de nossa produção literária nas décadas de 1960 e 70. Para o crítico, escritores como Rubem Fonseca e João Antônio promovem uma “espécie de ultrarrealismo sem preconceitos” (CANDIDO, 1989, p. 211), no qual a violência e a brutalidade são tratadas tanto no nível temático quanto formal. Esta tendência alcança a atual produção literária brasileira, uma vez que está ligada não só a nossa tendência documental, mas sobretudo às consequências de uma organização socioeconômica perversa e exclusiva, em que a voz marginal tem ganhado cada vez mais destaque por denunciar as oposições alarmantes entre ricos e pobres. O escritor Wander Piroli é, sem dúvida, um dos grandes expoentes desse “novo realismo” (SCHØLLHAMMER, 2011). Autor de uma obra bastante variada, com uma produção que se estende da década de 1950 ao ano de sua morte, em 2006, ele tem sido negligenciado pela crítica brasileira, que se reporta a seu nome apenas para compará-lo a João Antônio ou fazer elogios pontuais. A partir do exposto, este texto tem por objetivo apresentar a obra de Wander Piroli e refletir sobre a existência de uma poética da violência em sua narrativa, tratada tanto no nível físico e social (GINZBURG, 2013) quanto simbólico (BOURDIEU, 2014), considerando o exame de dois contos da coletânea É preciso comer a grama (2006): “Assim ficou melhor para todo mundo” e “Oh, Deus de misericórdia”.

Palavras-chave


Wander Piroli; violência; poética

Texto completo:

PDF

Referências


ALTHUSSER, Louis. Ideologia e aparelhos ideológicos do estado. Trad. Joaquim José de Moura Ramos. Lisboa: Editorial Presença, 1980.

AMORETTI, Rogério. Bases para a leitura da violência. In: AMORETTI, Rogério (org.). Psicanálise e violência. Rio de Janeiro: Vozes, 1992.

BANDEIRA, Manuel. Estrela da vida inteira. 12. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

BANDEIRA, Manuel. Itinerário de Pasárgada. 3 ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira; Brasília: INL, 1984.

BAROSSI, Luana. (Po)éticas da escrivivência. Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea, Brasília, v. 51, mai/ago. 2017, p. 22-40. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S2316-40182017000200022&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em 01 de jul. 2018.

BOURDIEU, Pierre. A dominação masculina. Trad. Maria Helena Kuhner. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2014.

CANDIDO, Antonio. A nova narrativa. A educação pela noite e outros ensaios. São Paulo: Editora Ática, 1989, p. 198-214.

DALCASTAGNÈ, Regina. Literatura brasileira contemporânea: um território contestado. Vinhedo: Ed. Horizonte, 2012.

GALVÃO, Walnice Nogueira. Tendências da prosa literária. As musas sob assédio: literatura e indústria cultural no Brasil. São Paulo: Senac, 2005, p. 41-95.

GINZBURG, Jaime. O narrador na literatura contemporânea. Tintas. Quaderni li letterature iberiche e ibero-americana, 2, 2012, p. 199-221. Disponível em: https://riviste.unimi.it/index.php/tintas/article/viewFile/2790/2999. Acesso em 10 de abr. 2018.

GINZBURG, Jaime. Literatura, violência e melancolia. Campinas: Autores associados, 2013.

MARQUES, Fabrício. Wander Piroli: uma manada de búfalos dentro do peito. Belo Horizonte: Conceito editorial, 2018.

GOFFMAN, Irving. Estigma: notas sobre manipulação da identidade deteriorada. Tradução de Mathias Lambert. Rio de Janeiro: LTC, 2004.

PELEGRINI, Tânia. As vozes da violência na cultura brasileira contemporânea. Crítica Marxista, São Paulo, v. 1, n. 21, 2005, p. 132-153. Disponível em: http://www.ifch.unicamp.br/criticamarxista/arquivos_biblioteca/critica21-A-pelegrini.pdf. Acesso em 28 de fev. 2018.

PEREIRA, Lecy. A desesperança em Wander Piroli. Disponível em: http://www.gostodeler.com.br/materia/19037/a_desesperanca_em_wander_piroli.html. Acesso em 01 de jul. 2018.

PIROLI, Wander. A mãe e o filho da mãe. 5. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985.

PIROLI, Wander. Eles estão aí fora. Belo Horizonte: Editora Leitura, 2006a.

PIROLI, Wander. É proibido comer a grama. Belo Horizonte: Editora Leitura, 2006b.

PIROLI, Wander. Um homem se explica. Suplemento Literário de Minas Gerais. Edição Especial: O áspero lirismo de Wander Piroli. Belo Horizonte: Secretaria de Estado da Cultura, 2011.

RAGGIO, Victor. Concepção materialista da história, psicanálise e violência. In: AMORETTI, Rogério (org.). Psicanálise e violência. Rio de Janeiro: Vozes, 1992.

REIS, Thaís Lopes. Entre dois mundos: uma leitura de Eles estão aí fora, de Wander Piroli. 90 f. Dissertação (Mestrado em Letras). Universidade Vale do Rio Verde. Três Corações/MG, 2016. Disponível em: http://www.unincor.br/images/imagens/2016/DISSERTACAO_THAIS.pdf. Acesso em 20 de jun. 2018.

RESENDE, Beatriz. A literatura brasileira na era da multiplicidade. Contemporâneos: expressões da literatura brasileira no século XXI. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2008. p. 15-40.

SAFFIOTI, Heleieth I. B. O poder do macho. 6. ed. São Paulo: Editora Moderna, 1992.

SCHOLLHAMMER, Karl Eric. Ficção brasileira contemporânea. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

SILVA, Marcelino Rodrigues da. O saber da Lagoinha na narrativa de Wander Piroli. Cadernos de Estudos Culturais, Belo Horizonte, v. 3, n. 6, 2011, p. 89-96. Disponível em: http://seer.ufms.br/index.php/cadec/article/view/4539/3477. Acesso em 01 de jul. 2018.

SPIVAK, Gayatry Chakravorty. Pode o subulterno falar? Trad. Sandra Regina Goulard Almeida; Marcos Pereira Feitosa; André Pereira Feitosa. Belo Horizonte: UFMG, 2010.

SODRÉ, Muniz. Por um conceito de minoria. In: PAIVA, Raquel; BARBALHO, Alexandre (org.). Comunicação e cultura das minorias. São Paulo: Paulus, 2005.

Suplemento Literário Do Estado De Minas Gerais. Edição Especial: O áspero lirismo de Wander Piroli. Belo Horizonte: Secretaria de Estado de Cultura, 2011.

VAINFAS, Ronaldo. Casamento, amor e desejo no ocidente cristão. São Paulo: Ática, 1986.

VARELA, Glória. Mestre de ética e de dignidade. Suplemento Literário Do Estado De Minas Gerais. Edição Especial: O áspero lirismo de Wander Piroli. Belo Horizonte: Secretaria de Estado de Cultura, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 1807-8591

Editora: Profa. Dra. Cilene Margarete Pereira (UninCor) - Período: 2010-2020

Editor: Prof. Dr. Luciano M. Dias Cavalcanti (UNICAMP) - Período: 2012-2020


Indexado em:

                           Capes        Latindex       Harvester        Ibict       Pkp
 
 
                                        Sumarios     DOAJ      LivRe           Dialnet
 
                               EBSCO       Funadesp