ENTRE SERPENTES E BOIS: GUIMARÃES ROSA SEGUE CONVERSANDO COM A BÍBLIA

Altamir Celio de Andrade (CES-JF), Mariana Aparecida Venâncio (UFJF)

Resumo


Este artigo pretende ler o conto “Conversa de Bois”, de João Guimarães Rosa, em paralelo com algumas narrativas bíblicas do “Gênesis”, particularmente os seus três primeiros capítulos, a partir dos conceitos de mito e consciência. Assim como as narrativas bíblicas constituem (também) uma ficção, a obra rosiana apresenta-se com este veio e esta identidade que por tanto tempo têm fascinado e intrigado seus leitores. Assim como o texto da Bíblia, as narrativas do mineiro de Cordisburgo buscam o leitor desde sua alienação cotidiana para a reflexão inquietante a respeito de si, de sua existência e de sua relação com o outro, levando esses mesmos leitores mais a questionar do que a responder. Neste sentido, buscaremos pensar o conceito de consciência, sobretudo a partir de algumas definições filosóficas e, particularmente, do pensamento de John Searle. Não é nossa pretensão, contudo, esgotar tal conceito - que se mostra altamente complexo - mas é nosso objetivo, portanto, tentar perceber como o conto e os relatos bíblicos colocam em relevo seus personagens sob a égide de questões internas que direcionam suas atitudes.

Palavras-chave


Guimarães Rosa; Bíblia; Consciência

Texto completo:

PDF

Referências


ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de filosofia. Tradução e coordenação Alfredo Bosi. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

ANDRADE, Altamir Celio de. Antes que Noé entre na arca: ao redor do Livro do Gênesis e a partir dos animais. CES Revista, Juiz de Fora, v. 27, n. 1, p. 277-289, 2013.

CANDIDO, Antonio. Literatura e subdesenvolvimento. In: ______. A educação pela noite e outros ensaios. São Paulo: Editora Ática,1989.

ELLIGER, Karl; RUDOLPH, Wilhelm (Eds.). Biblia Hebraica Stuttgartensia. 5a. ed. Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft, 1997.

FARIA, Jacir de Freitas. As mais belas e eternas histórias de nossas origens em Gn 1-11: mitos e contramitos. Petrópolis, RJ: Vozes, 2015. p. 44.

NANCY, Jean-Luc. A comunidade inoperada. Tradução Soraya Guimarães Hoepfner. Rio de Janeiro: 7Letras, 2016.

NUNES, Benedito. De Sagarana a Grande sertão: veredas. In: PINHEIRO, Victor Sales (Org.). A Rosa o que é de Rosa: literatura e filosofia em Guimarães Rosa. Rio de Janeiro: DIFEL, 2013.

PEREIRA, Isidro. Dicionário grego-português e português-grego. Porto: Livraria Apostolado da Imprensa, 1951.

ROSA, João Guimarães. Conversa de bois. In: ______. Sagarana. 72. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2017. p. 265-294.

SEARLE, John. Mente, Linguagem e Sociedade. Tradução F. Rangel. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 1807-8591

Editora: Profa. Dra. Cilene Margarete Pereira (UninCor) - Período: 2010-2020

Editor: Prof. Dr. Luciano M. Dias Cavalcanti (UNICAMP) - Período: 2012-2020


Indexado em:

                           Capes        Latindex       Harvester        Ibict       Pkp
 
 
                                        Sumarios     DOAJ      LivRe           Dialnet
 
                               EBSCO       Funadesp