PARCEIROS E AMIGOS: UMA RELAÇÃO ENTRE NARRADOR E LEITOR NO CONTO O BÚFALO, DE CLARICE LISPECTOR

Alody Costa Cassemiro (UESPI)

Resumo


Por muito tempo o leitor esteve sob a sombra do autor, considerado o detentor dos sentidos do texto. No entanto, o leitor, que outrora havia sido silenciado, vem sendo considerado peça indispensável para o sentido do texto literário. Por meio da narrativa do conto O Búfalo, de Clarice Lispector, investigamos neste artigo as relações de intimidade geradas entre texto e leitor, a partir do modo como esse é capaz de preencher os vazios presentes no texto por meio das pistas que lhes são dadas pelo,narrador. Além disso, fazemos uma breve exposição da recepção da autora do conto pelo público leitor no cenário literário brasileiro. Para isso, fundamentamos nosso trabalho a partir de Iser (1996), Jaus (1996), Eco (2005) e Santos (2007), entre outros. O conto se mostra uma narrativa gerada a partir de confrontos internos, provocados pelos sentimentos de dor e angústia da protagonista, além de se tratar de um construto textual gerador de diversas possibilidades interpretativas para o seu leitor, por meio dos vazios presentes em sua estrutura, que são preenchidos ao longo da narrativa.

PALAVRAS-CHAVE: Narrador; Leitor; Vazios;


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN  1807-9717


Indexado em:

                                        Capes    Latindex     Pkp     Ibict     Sumarios
     
 
                                                     DOAJ      LivRe           Dialnet
   
                               EBSCO     Funadesp      
 
 
                                        Harvester